--
Agende uma consulta +55 51 99547 5151 +1 323 865 3700
Siga nossas redes
+55 51 99 5475151
+1 323 865 3700
1 de agosto de 2020
ASCO-GU 2020: novos horizontes para a oncologia geniturinária
Escrito por André Berger em
Fotografia do Simpósio de Câncer Geniturinário.

Foto: © ASCO/Todd Buchanan 2020

Fotografia do Simpósio de Câncer Geniturinário.
Foto: © ASCO/Todd Buchanan 2020

De 13 e 15 de fevereiro deste ano, os maiores especialistas em oncologia geniturinária do mundo estiveram reunidos, em São Francisco (EUA), para o ASCO-GU 2020. O Simpósio de Câncer Geniturinário, realizado pela Sociedade Americana de Oncologia Clínica (ASCO), agregou valiosos conhecimentos e proporcionou a troca de experiência entre os profissionais da área.

O evento multidisciplinar reuniu oncologistas clínicos, radioterapeutas e urologistas. No ASCO-GU, foram apresentados os tópicos mais relevantes clinicamente nas neoplasias malignas, além de insights sobre o futuro dos tratamentos, pesquisas e atendimento ao paciente com câncer. 

Participar deste grande encontro foi particularmente enriquecedor. Com foco na minha área de atuação, destaco a relevância dos debates sobre a necessidade de avaliação genômica ou genética dos pacientes para orientar a escolha do tratamento.

No caso do câncer de próstata, os chamados biomarcadores são importantes para escolher o tratamento inicial, ou seja, para avaliar se determinado procedimento é mesmo necessário. Em casos mais avançados, essa seria uma medida para nortear tratamentos complementares e individualizados para cada paciente, baseados no perfil genético de cada pessoa.

Esse trabalho é mais preciso quando contamos com uma equipe multidisciplinar para a definição dos tratamentos mais aconselháveis, os segmentos adequados e as melhores condutas pros pacientes com cânceres genitourinários. A cada dia, entendemos mais que os tratamentos devem ser individualizados, prescritos para o paciente correto, baseado no seu perfil genético e nesses biomarcadores.

Você pode conferir os resumos, pôsteres, vídeos e os principais highlights do maior encontro de oncologia geniturinária do mundo clicando aqui

Assista ao meu vídeo, gravado durante o ASCO-GU 2020:

Ver essa foto no Instagram

Compartilho, neste vídeo, um pouco da experiência adquirida pelo nosso grupo de pesquisa em Cirurgia Robótica da Universidade do Sul da Califórnia. Um dos focos do trabalho tem sido propor abordagens inovadoras para o tratamento de casos oncológicos complexos, especialmente de câncer de próstata e de bexiga. Gravei o vídeo em fevereiro, durante o principal encontro de oncologia geniturinária do mundo, o ASCO GU 2020, realizado em São Francisco, nos Estados Unidos. No evento de 2020, foram interessantes os debates sobre a necessidade de avaliação genômica ou genética dos pacientes para nortear a escolha do tratamento. No caso do câncer de próstata, os chamados biomarcadores são importantes para escolher o tratamento inicial, ou seja, para avaliar se determinado tratamento é mesmo necessário. Em casos mais avançados, essa seria uma medida para nortear tratamentos complementares e individualizados para cada paciente, baseados no perfil genético de cada pessoa. #drandreberger #cirurgiarobotica #urologia

Uma publicação compartilhada por Dr. André Berger (@drandreberger_) em